Ataque a tiros de palestinos em Tel Aviv deixa 4 mortos, diz polícia

TEL AVIV (Reuters) - Dois palestinos mataram a tiros pelo menos quatro pessoas nesta quarta-feira em ataque numa área popular de lojas e restaurantes perto do Ministério da Defesa de Israel em Tel Aviv, disse a polícia.

Os dois palestinos que abriram fogo do lado de fora do complexo comercial ao ar livre Sarona foram detidos, e um deles foi ferido, afirmou a polícia de Israel, acrescentando que outras seis pessoas ficaram feridas.

As pessoas pegas pelo ataque ocorrido à noite, um dos mais graves na capital financeira e de entretenimento de Israel desde que a onda de violência palestina começou há oito meses, fugiram correndo quando os tiros começaram.

A polícia afirmou que eles não tinham dado de inteligência sobre nenhum plano para atacar Tel Aviv. A frequência de ataques de rua palestinos em Israel, que incluem facadas, tiros e atropelamento de pedestres, havia diminuído de forma significativa nos últimos meses, apesar de a tensão permanecer alta.

"Eu estava com a família, comendo pizza. Ouvimos os tiros, e não sabíamos o que estava acontecendo, e todo mundo se jogou no chão. Nós conseguimos escapar para um porão”, afirmou uma mulher, que se identificou apenas como Annette, a um canal de TV local.

Segundo a polícia, os atiradores são de uma vila perto da cidade palestina de Hebron na região da Cisjordânia ocupada por Israel. A TV local afirmou que os dois eram primos, na casa dos 20 anos, e que eles comiam num dos restaurantes quando pegaram as armas e começaram a atirar. Os guardas de segurança revidaram os tiros.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, retornando de uma viagem a Moscou, consultou autoridades de segurança no Ministério da Defesa em Tel Aviv depois do ataque.

No último semestre, ataques palestinos mataram 31 israelenses e dois cidadãos norte-americanos que visitavam o país. Forças israelenses mataram a tiros pelo menos 196 palestinos, 134 dos quais Israel diz que eram agressores. Outros foram mortos em confrontos e protestos.

(Reportagem de Rami Amichai)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos