Turquia nega acusações de que Ancara forneceu armamento ao Estado Islâmico

ANCARA (Reuters) - As acusações de que a Turquia está enviando armas a regiões da Síria controladas pelo Estado Islâmico são "falsas" e parte de "propaganda russa", disse o porta-voz do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, nesta quarta-feira.

A situação na cidade síria de Aleppo é motivo de preocupação para Ancara, também afirmou Ibrahim Kalin em entrevista coletiva, dizendo que um possível massacre na localidade poderia levar centenas de milhares de pessoas a imigrarem para a Turquia.

Kalin ainda disse que as milícias das Unidades de Proteção Popular (YPG, na sigla em curdo) não entrarão na cidade síria de Manbij, já que aumentariam as tensões étnicas se o fizessem.

(Por Tulay Karadeniz e Ece Toksabay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos