Exportações de milho dos EUA aceleram por preocupação com safra do Brasil

CHICAGO (Reuters) - As exportações de milho dos Estados Unidos com envio agendado para antes da colheita de inverno do hemisfério norte ultrapassaram o ritmo registrado em 2015 pela primeira vez nesta temporada, mostraram dados do governo nesta quinta-feira, impulsionadas por preços competitivos e pela falta de grãos na Argentina e problemas na oferta do Brasil, onde a safra foi prejudicada pela seca.

Compradores de ao menos 31 diferentes países fecharam embarques de milho dos EUA na semana passada, o maior grupo de compradores desde o registro de 32 destinações em negócios fechados em outubro de 2007, segundo dados do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA, na sigla em inglês).

Os produtores norte-americanos estão vendo com bons olhos a retomada das exportações. Mais cedo nesta temporada, ofertas abundantes de milho barato da América do Sul e um dólar mais forte haviam feito compradores globais ignorarem ofertas dos EUA, o maior exportador global.

Mas a oferta do Brasil caiu drasticamente, levando os preços domésticos a patamares recordes e forçando indústrias de carne suína e de aves a buscar alternativas para ração, como o trigo.

"O negócio definitivamente virou", disse o analista da AgTraderTalk.com, Darin Friedrichs.

"O Brasil talvez tenha exportado demais neste ano, e mesmo após a colheita eles precisarão recuperar sua oferta doméstica, então eles estão hesitantes em exportar. A Argentina pode fazer algo, mas somos basicamente a única opção para milho agora", afirmou.

As vendas para exportações de milho da safra antiga dos EUA superaram 1 milhão de toneladas pela quinta semana consecutiva na última semana, levando as vendas totais na temporada 2015/16 a cerca de 44,7 milhões de toneladas.

O montante representa avanço de 1,7 por cento ante mesmo período do ano passado. Até março as vendas estavam com atraso de cerca de 20 por cento ante o ritmo do ano anterior.

(Por Karl Plume)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos