Inadimplência do Rio de Janeiro complica construção de metrô para Olimpíada

BRASÍLIA (Reuters) - A inadimplência do Estado do Rio de Janeiro suspendeu a liberação do empréstimo de quase 1 bilhão de reais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para concluir a linha de metrô para os Jogos Olímpicos, informou à Reuters o secretário da Fazenda do Estado, Julio Bueno.

O secretário disse que o não pagamento da dívida à Agence Française de Développement e ao Banco Interamericano de Desenvolvimento bloqueou a liberação dos recursos. Bueno disse que estava conversando com o governo federal sobre a liberação dos recursos para concluir a atrasada Linha 4 do metrô a tempo do início da Olimpíada, em 5 de agosto.

O BNDES informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que a operação no valor de 989 milhões de reais para a linha 4 do metrô do Rio de Janeiro foi aprovada pelo banco de fomento no início de maio e somente poderá ser contratada após autorização do Tesouro Nacional, em função da Lei de Responsabilidade Fiscal, "que regula nível de endividamento de Estados e municípios".

(Por Alonso Soto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos