OMS declara fim de epidemia de Ebola na Libéria

MONRÓVIA (Reuters) - A Libéria está livre da transmissão ativa do vírus do Ebola, disse a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta quinta-feira, a quarta declaração deste tipo em um dos países do oeste africano envolvidos no epicentro do pior surto da doença em todo o mundo.

O anúncio significa que já se passaram 42 dias desde que o último paciente confirmado teve um exame negativo da doença pela segunda vez.

A Libéria se declarou livre do vírus pela primeira vez em maio de 2015, mas o Ebola ressurgiu outras três vezes, a mais recente quando uma mulher contraiu a doença depois de viajar à vizinha Guiné e infectar seus dois filhos, segundo a OMS.

A entidade declarou Serra Leoa livre da febre hemorrágica fatal no dia 17 de março, e a Guiné no dia 1º de junho.

Tolbert Nyenswah, chefe da equipe liberiana de combate ao Ebola, disse à Reuters que o país reforçou a vigilância, a capacidade de reação e seu sistema laboratorial desde o início da epidemia.

"Provamos que conseguimos conter o surto, que conseguimos intervir muito rapidamente", afirmou Nyenswah.

         (Por James Harding Giahuye)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos