Mídia debate se chefe de campanha pela saída da Grã-Bretanha da UE tinge cabelo

LONDRES (Reuters) - Com apenas alguns dias até o referendo que decidirá se a Grã-Bretanha fica ou não na União Europeia, a principal figura na campanha pela saída do bloco estava no centro de uma convulsão na mídia neste domingo - sobre se ele tinge ou não seu cabelo.

Boris Johnson, ex-prefeito de Londres, que se tornou famoso por seu talento cômico e imediatamente reconhecível na Grã-Bretanha e além graças ao seu cabelo platinado e desgrenhado, foi citado em uma entrevista na revista Sunday Times respondendo "sim" quando perguntado se seu cabelo era tingido.

Como é o caso do candidato presidencial republicano às eleições norte-americanas, Donald Trump, o cabelo de Johnson é seu atributo físico mais marcante. Ele tem sido assunto de especulação da mídia durante sua ascensão de jornalista a personalidade da televisão e célebre político.

A revelação da entrevista tornou-se assunto em programas de TV políticos e nas mídias sociais, porém a irmã de Johnson, Rachel, personalidade conhecida da mídia, lançou dívidas sobre sua precisão.

"A revelação da tintura de cabelo de Boris é uma manchete. Todos os Johnsons são loiros naturais!", disse ela no Twitter. Pouco tempo depois, Johnson, 51, afirmou estar brincando quando disse sim à pergunta sobre tintura no cabelo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos