Homem armado preso a caminho da parada gay de Los Angeles é indiciado

LOS ANGELES (Reuters) - Um homem de 20 anos preso durante o fim de semana a caminho da parada do orgulho gay de Los Angeles, após a polícia dizer ter encontrado armas e explosivos no carro dele, foi indiciado nesta terça-feira por porte ilegal de arma de combate e explosivos, afirmaram promotores.

James Wesley Howell, de Indiana, foi detido no início da manhã de domingo em Santa Monica, nos arredores de Los Angeles, nos Estados Unidos. Autoridades disseram que não havia ligação aparente do caso com o ataque a tiros numa boate gay em Orlando, na Flórida.

A polícia de Santa Monica declarou que Howell foi preso depois que policiais o encontraram sentado no seu carro com três rifles e cartuchos, além de um balde de 19 litros com químicos que poderiam ser usados para fazer um explosivo improvisado.

"O suspeito deu, sim, uma declaração inicial de que ele estava indo para o festival do orgulho gay”, afirmou à imprensa no domingo o tenente Saul Rodriguez.

"Para além disso, ele não fez nenhuma declaração adicional dizendo que iria fazer algo mais do que isso. Nós não temos nenhuma informação adicional relacionada às suas intenções”, afirmou.

Um porta-voz do FBI declarou nesta terça que agentes haviam executado um mandado de busca na casa de Howell no condado de Clark, em Indiana, como parte da investigação conjunta com as autoridades locais.

(Reportagem de Dan Whitcomb)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos