Nissan desenvolve tecnologia de célula de combustível baseada em etanol

TÓQUIO (Reuters) - A Nissan Motor anunciou nesta terça-feira que está desenvolvendo um veículo movido a célula de combustível (FCV) que usará tecnologia baseada em etanol como fonte de hidrogênio e que planeja comercializar o sistema até 2020.

A montadora japonesa está usando etanol de cana-de-açúcar e milho para gerar hidrogênio que é convertido em eletricidade e que pode ser uma tecnologia mais barata que as desenvolvidas pelas rivais Toyota, Honda e Hyundai.

"O custo e a energia necessários para se produzir hidrogênio podem ser bem altos e também exigem investimentos significativos em infraestrutura (de distribuição e armazenamento)", disse o vice-presidente executivo da Nissan Hideyuki Sakamoto a jornalistas.

"Comparado com isso, o etanol é muito fácil de se produzir, é mais seguro de ser armazenado e tem menor custo. Estas são as vantagens", disse o executivo.

A Nissan afirmou que a tecnologia estará pronta para uso em veículos em 2020 e acrescentou que ela poderá ser aplicada para ampliar a quilometragem dos veículos grandes elétricos como vans de entrega.

A meta é alcançar autonomia de 800 quilômetros por tanque, mais do que os cerca de 600 quilômetros de veículos a gasolina.

(Por Naomi Tajitsu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos