BC do Japão mantém política monetária e corta projeção para inflação

TÓQUIO (Reuters) - O banco central do Japão manteve a política monetária e sua visão otimista da economia nesta quinta-feira, mesmo com renovadas altas do iene e queda nos preços das ações ameaçando afetar a confiança empresarial e a frágil recuperação econômica.

Mas o Banco do Japão ofereceu uma visão ligeiramente mais fraca do cenário para a inflação ao consumidor do que em abril, dizendo que a mudança anual no índice de preços ao consumidor deve ser ligeiramente negativa ou em cerca de zero por cento por enquanto.

O banco central manteve sua promessa de elevar a base monetária, ou dinheiro e depósitos em circulação, a um ritmo anual de 80 trilhões de ienes. Também manteve em -0,1 por cento a taxa de juros que aplica a algumas reservas excedentes que as instituições financeiras deixam no banco.

A decisão sobre a meta da base monetária foi por 8 votos a 1. A decisão sobre a taxa de juros negativa foi por 7 votos a 2.

(Reportagem de Leika Kihara, Stanley White, Tetsushi Kajimoto e Minami Funakoshi)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos