Governo do Iraque declara vitória sobre Estado Islâmico em Falluja

Thaier al-Sudani e Stephen Kalin

Em Falluja e Bagdá

Forças do Iraque entraram nesta sexta-feira no centro de Falluja, a cidade iraquiana há mais tempo nas mãos do Estado Islâmico, quase quatro semanas depois do início de uma ofensiva apoiada pelos Estados Unidos que afugentou dezenas de milhares de moradores ainda na localidade.

Tropas do governo, com o apoio de múltiplos ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA, recapturaram o edifício municipal, embora os militantes ultrarradicais ainda controlem uma parcela significativa de Falluja, que fica a uma hora de carro de Bagdá, e muitas ruas e casas continuem repletas de explosivos.

A Polícia Federal hasteou a bandeira do Iraque no alto do prédio governamental e continuou a perseguir os insurgentes, de acordo com um comunicado militar. Horas mais tarde, o porta-voz da coalizão disse que o avanço foi confirmado.

O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, declarou vitória do governo em Falluja pouco após o anoitecer, já que as forças do governo continuam a chegar à cidade.

Soldados foram vistos sob fogo de atiradores de elite no início do dia enquanto entravam em uma grande mesquita a cerca de 100 metros do edifício municipal. Os confrontos ainda envolveram trocas de disparos, artilharia e bombardeio aéreo.

O Iraque lançou uma grande operação em 23 de maio para retomar Falluja, um bastião da insurgência sunita contrária às forças norte-americanas que derrubaram Saddam Hussein, ele mesmo um sunita, em 2003 e aos governos xiitas que se seguiram.

Thaier Al-Sudani/Reuters
Soldados iraquianos fazem gesto de vitória no centro de Falluja

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos