Putin diz aceitar que EUA são única superpotência mundial

SÃO PETERBUSRGO (Reuters) - O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse nesta sexta-feira aceitar que os Estados Unidos provavelmente são a única superpotência do mundo e que está preparado para trabalhar com quem quer que esteja na Presidência dos EUA, mas ressaltou que não quer ser orientado pelos norte-americanos como deve viver.

Os comentários de Putin foram feitos após um período difícil nas relações EUA-Rússia, que têm sido prejudicadas por divergências sobre questões como a Ucrânia e a Síria.

Putin reiterou críticas ao que ele diz ter sido um papel equivocado dos Estados Unidos nos assuntos da Ucrânia, e diz que se opõe ao que considera ser uma tentativa dos EUA de impedir a Rússia de reparar suas relações com a União Europeia.

Mas ele também teve algumas palavras positivas sobre os antigos adversários da Guerra Fria.

"A América é uma grande potência. Hoje, provavelmente, a única superpotência. Nós aceitamos isso", disse Putin no Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo. "Queremos e estamos prontos para trabalhar com os Estados Unidos".

(Reportagem de Christian Lowe, Alexander Winning, Katya Golubkova e Elena Fabrichnaya)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos