Legisladores de Nova York votam para legalizar os jogos de Fantasy

SÃO PAULO (Reuters) - Os esportes de Fantasy estão um passo mais próximos de serem legalizados em Nova York, depois que legisladores aprovaram, neste sábado, as modalidades dos jogos diários e que duram toda a temporada, abrindo espaço para empresas como FanDuel, DraftKings e outras oferecerem seus serviços a milhões de jogadores no estado.

A indústria multibilionária, na qual jogadores escolhem equipes virtuais de esportes como futebol americano, basquete e beisebol, passa por mais escrutínio desde o ano passado, com os procuradores-gerais de vários estados americanos, inclusive Nova York, Illinois e Nevada, questionando a legalidade desses jogos.

O procurador-geral de Nova York, Eric Schneiderman, segurou processos legais contra as empresas de Fantasy, pelo que ele alega serem operações ilegais de apostas, e as empresas suspenderam seus "jogos de habilidade" enquanto a legislação proposta tramitava.

O Senado de Nova York passou a medida por 45 a 17, na manhã de sábado, enviando a legislação que regula e taxa os operadores dos jogos de Fantasy para o governador Andrew Cuomo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos