Ministro alemão alerta Otan sobre ameaça implícita à Rússia

BERLIM (Reuters) - O ministro do Exterior da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, criticou a decisão da Otan para encenar manobras militares na Europa Oriental, alertando tais que movimentos poderiam agravar as tensões com a Rússia.

Seus comentários refletem as crescentes divisões dentro da coalizão direita-esquerda da Alemanha sobre a política em relação a Moscou.

Os social-democratas de Steinmeier geralmente apoiam uma posição mais conciliatória em relação à Rússia do que bloco conservador da chanceler Angela Merkel.

    "O que não devemos fazer agora é inflamar a situação por uma ameaça implícita e gritos de guerra estridentes", disse Steinmeier ao jornal Bild em uma entrevista que será publicada no domingo.

    "Quem acredita que desfiles simbólicos de tanques na fronteira oriental da aliança trará mais segurança está equivocado", disse Steinmeier.

    Steinmeier não deixou claro sobre qual manobra ele estava se referindo, mas a Otan acaba de completar 10 dias de exercício de treinamento militar na Polônia, envolvendo mais de 20 países. A Alemanha estava entre os participantes.

(Reportagem de Michael Nienaber)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos