Não cometi nenhum crime e não tenho o que delatar, diz Cunha

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente afastado da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), voltou a negar que vá renunciar a seu mandato ou ao comando da Casa, e também rejeitou que esteja considerando a possibilidade de fechar uma delação premiada com a Justiça.

Aliados têm sugerido a Cunha que renuncie à presidência da Câmara, ao mesmo tempo em que correm boatos sobre uma eventual colaboração do parlamentar, investigado pela Lava Jato e réu em uma ação penal, com a Justiça.

“Não cometi qualquer crime, eu não tenho o que delatar”, disse a jornalistas nesta terça-feira.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos