Ninguém quer criar precedente boicotando Jogos Rio 2016, diz Kremlin

MOSCOU (Reuters) - O Kremlin informou nesta terça-feira que ninguém na liderança da Rússia quer criar um precedente boicotando os Jogos Olímpicos Rio 2016, caso o Comitê Olímpico Internacional (COI) decida banir competidores russos das provas de atletismo da Olimpíada de agosto.

"Só posso dizer que ninguém quer criar um precedente assim", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, durante teleconferência com jornalistas. "O presidente (Vladimir) Putin é um apoiador convicto dos ideiais olímpicos, e um inimigo convicto de qualquer coisa que possa prejudicar esses ideais".

"Mas, acima de qualquer dúvida, pretendemos defender os interesses de nossos atletas - digo, esses atletas que não estão associados de nenhuma maneira com uso de doping".

(Reportagem de Dmitry Solovyov)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos