Wall St sobe com apostas sobre economia; receio de saída britânica da UE diminui

Por Rodrigo Campos

(Reuters) - Os principais índices acionários dos Estados Unidos subiram nesta terça-feira, liderados por ganhos em ações do setor de tecnologia e com a chair do Federal Reserve, Janet Yellen, mostrando otimismo em relação à economia e minimizando o risco de recessão.

Já a preocupação com o referendo britânico, que irá decidir se o Reino Unido deve permanecer ou não na União Europeia, suavizou.

Yellen, entretanto, alertou que a votação britânica na quinta-feira e a desaceleração nas contratações nos EUA ainda apresentavam riscos para a perspectiva econômica.

O índice Dow Jones subiu 0,14 por cento, a 17.829 pontos, enquanto o S&P 500 ganhou 0,27 por cento, a 2.088 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq avançou 0,14 por cento, a 4.843 pontos.

A libra se aproximou mais cedo de 1,48 dólar, atingindo seu maior nível em relação ao dólar em quase seis meses, com os mercados precificando um aumento na expectativa de vitória da permanência britânica na UE.

"O maior problema no mercado é claramente a votação no Reino Unido. O humor vai e vem e agora está se inclinando para "ficar" e isso está amparando", disse o presidente da LibertyView Capital Management, Rick Meckler.

A Microsoft liderou a alta no S&P 500, com avanço de 2,2 por cento, seguida pela Apple, que subiu 0,8 por cento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos