PEC do limite de gastos tem que ser aprovada este ano no Congresso, diz Padilha

BRASÍLIA (Reuters) - O governo do presidente interino Michel Temer espera aprovar a proposta de emenda à Constituição que estabelece um teto para os gastos do governo federal em entre 90 e 120 dias, disse nesta quarta-feira o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, Padilha também afirmou que o governo encaminhará o mais breve possível uma emenda à PEC para incluir na proposta também um limite para os gastos dos Estados, medida que ele considerou até mais importante que a limitação dos gastos federais.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos