Reguladores de Internet da China vão reprimir comentários em sites

PEQUIM (Reuters) - O órgão regulador de Internet da China lançou uma nova campanha para limpar as seções de comentários em sites para prevenir a disseminação do que considera informações prejudiciais e encorajar o que avalia como comentários bem intencionados e úteis.

O governo chinês já exerce amplos controles sobre a Internet e tem buscado transformar esta política em lei.

Em um comunicado divulgado no fim da terça-feira, a Administração do Ciberespaço da China disse que a repressão nas seções de comentários visa combater "problemas pendentes".

O vice-chefe da administração, Ren Xianliang, teria dito em comunicado que eles desejavam conduzir uma "limpeza" em larga escala nas seções de comentários para tornar mais fácil para as pessoas denunciarem conteúdo ilegal ou prejudicial.

"Promover de forma dinâmica, uma cultura saudável e positiva na Internet e permitir que comentários cultos, postagens racionais e respostas bem intencionadas se tornarão a ordem do dia online", disse Ren.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos