Ex-ministro Paulo Bernardo recebeu mais de R$7 mi em esquema de corrupção no Planejamento, diz MPF

SÃO PAULO (Reuters) - O ex-ministro Paulo Bernardo recebeu mais de 7 milhões de reais de um esquema de desvio de recursos que funcionava dentro do Ministério do Planejamento, e continuou como beneficiário mesmo após ter deixado o comando da pasta e assumido o Ministério das Comunicações, disse o Ministério Público Federal nesta quinta-feira.

Bernardo, que ocupou cargos do primeiro escalão nos governos Lula e Dilma, foi preso mais cedo nesta quinta-feira pela Polícia Federal, em um desmembramento da operação Lava Jato, por suspeita de envolvimento no esquema de corrupção no Ministério do Planejamento entre 2010 e 2015.

(Por Eduardo Simões)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos