Britânicos decidem deixar União Europeia em referendo, por 51,89% a 48,11%

LONDRES (Reuters) - Reino Unido votou para deixar a União Europeia, forçando a renúncia do primeiro-ministro David Cameron e gerando o maior golpe ao projeto europeu de maior unidade desde a Segunda Guerra Mundial.

Mercados financeiros globais desabavam nesta sexta-feira após 51,89 por cento dos eleitores britânicos terem apoiado a saída do bloco, que o país participava há mais de 40 anos, contra 48,11 por cento favoráveis à permanência na UE.

A libra chegou a cair 10 por cento ante o dólar, em níveis vistos pela última vez em 1985, por temores de que a decisão possa atingir investimentos na quinta maior economia do mundo, ameaçar o papel de Londres como capital financeira global e gerar meses de incertezas políticas.

(Reportagem de Guy Faulconbridge e Kate Holton)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos