Países da UE devem evitar represália após saída britânica, diz chanceler alemão

BERLIM (Reuters) - Os 27 países que ficaram na União Europeia após a votação do Reino Unido pela saída do bloco não devem fazer qualquer represália, mas focar em segurança, imigração e crescimento econômico, disse o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier.

Steinmeier afirmou à emissora de televisão alemã ZDF que foi feito um trabalho duro antes das negociações sobre a saída britânica, mas que estava confiante de que os líderes europeus se comprometeram a traçar um novo curso que respondeu às preocupações levantadas por meio do referendo no Reino Unido.

Ele disse que uma questão-chave para os líderes europeus seria combater as altas taxas de desemprego entre os jovens.

(Reportagem de Andrea Shalal)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos