Saída da UE deve reduzir número de passageiros aéreos britânicos entre 3 e 5% até 2020, prevê Iata

GENEBRA (Reuters) - O número de passageiros aéreos britânicos podem cair de 3 a 5 por cento até 2020, com uma esperada desaceleração da economia e queda da libra esterlina após o Reino Unido decidir deixar a União Europeia, disse nesta sexta-feira a Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata).

"Em outras palavras, o resultado do referendo de ontem pode reduzir o crescimento do número de passageiros de 1 a 1,5 ponto percentual por ano no curto prazo", disse a Iata em uma análise, acrescentando que o frete aéreo será afetado no longo prazo por um comércio internacional menor, disse.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos