Itália vai pedir à Alemanha mais flexibilidade no orçamento e em regras de ajuda da UE

ROMA (Reuters) - O premiê italiano, Matteo Renzi, vai usar uma reunião com suas contrapartes da Alemanha e da França nesta segunda-feria para pedir mais flexibilidade nas regras da União Europeia (UE) sobre finanças públicas e ajuda a Estados e empresas, disse uma fonte do governo.

A Itália já conquistou o que a Comissão Europeia chamou de flexibilidade "sem precedentes" sobre seu orçamento de 2016 e agora prepara seu orçamento de 2017.

Roma também busca maneiras de apoiar seus bancos, que enfrentam 360 bilhões de euros em empréstimos ruins e cujas ações despencaram desde o referendo de quinta-feira que decidiu pela saída britânica da UE.

(Por Giuseppe Fonte)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos