Chefe da Comissão Europeia questiona presença de parlamentares britânicos anti-UE em Bruxelas

BRUXELAS (Reuters) - O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, perguntou a parlamentares do Partido de Independência do Reino Unido (Ukip) nesta terça-feira por que eles compareceram a uma sessão do Parlamento Europeu para debater as consequências da saída britânica da União Europeia.

"Devemos respeitar a democracia britânica e a maneira como ela expressou sua visão", disse Juncker em um discurso ao Parlamento, em palavras que foram saudadas com aplausos raros dos membros do Ukip.

"Esta é a última vez em que vocês aplaudem aqui... e até certo ponto estou realmente surpreso que vocês estejam aqui. Vocês estão lutando pela saída. O povo britânico votou a favor da saída. Por que vocês estão aqui?", indagou Juncker, deixando de lado o texto de seu discurso, em uma fala realizada de uma mesa perto do líder do Ukip, Nigel Farage.

Juncker exortou o Reino Unido a explicar rapidamente o que quer da UE no que diz respeito a uma nova relação, mas insistiu ter instruído sua equipe a não iniciar conversas preliminares com autoridades britânicas até que Londres acione o Artigo 50, um mecanismo de negociação de dois anos de duração para deixar a UE.

"Sem notificação, sem negociação", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos