China aperta regras para desenvolvedores de aplicativos móveis

XANGAI (Reuters) - A China apertou as regras sobre desenvolvedores de aplicativos para dispositivos móveis, requerendo registro de nome verdadeiro e preservação da atividade dos usuários, disse o órgão regulador de internet do país nesta terça-feira, com Pequim procurando fortalecer a supervisão do crescente mercado de aplicativos.

A Administração do Ciberespaço da China (CAC, na sigla em inglês) disse em comunicado que os fornecedores de aplicativos para dispositivos móveis precisarão cumprir seis requerimentos para ajudar a reprimir o uso de suas plataformas para fraudes, distribuir pornografia e disseminar rumores maliciosos.

O governo chinês já tem amplo controle sobre a internet. O país argumenta que as duras restrições são necessárias para garantir a segurança devido às crescentes ameaças como terrorismo, perturbando alguns governos estrangeiros e empresas que dizem que o controle afeta o comércio.

Os provedores de aplicativos para dispositivos móveis terão que verificar a identidade dos usuários com registros de nomes reais, melhora da censura e punir usuários que disseminem o que a CAC chama de informação ilícita sobre suas plataformas. As empresas também terão que salvar o registro de atividade de usuários por um período de 60 dias.

(Por Adam Jourdan)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos