Premiê da Escócia se reunirá com líderes da UE para tentar manter país no bloco

EDINBURGO (Reuters) - A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, disse que irá se reunir com líderes do Parlamento Europeu em Bruxelas na quarta-feira em busca de uma maneira de manter seu país na União Europeia.

A Escócia votou pela permanência britânica na UE no referendo da semana passada, o que a coloca em choque com o Reino Unido como um todo, que preferiu o rompimento.

Nicola classificou a possibilidade de a Escócia ser retirada da UE de "democraticamente inaceitável" e afirmou que irá adotar todas as medidas necessárias para evitar isso, incluindo retomar o tema da independência do Reino Unido.       

Em uma visita inicial a Bruxelas, ela irá afirmar a posição escocesa ao presidente do Parlamento Europeu, Martin Schulz, e a representantes dos principais grupos de legisladores europeus, disse ela.

Mas Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, que define a direção política e as prioridades gerais da UE, não irá se encontrar com a premiê, informou seu porta-voz, por não achar que o momento é apropriado.

Nicola disse que também pretende debater a questão escocesa com a Comissão Europeia, o braço executivo do bloco.

(Por Elisabeth O'Leary)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos