Governo indica que não fará venda de milho dos estoques por queda nos preços

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal indicou que não mais realizará a venda de 500 mil toneladas de milho dos estoques públicos, uma medida anunciada no início deste mês com o objetivo de esfriar os preços do cereal, em patamares recordes naquela oportunidade.

Em nota à Reuters, o Ministério da Agricultura disse que provavelmente não haverá o leilão de venda de milho, "pois os preços estão se normalizando". As cotações do cereal, importante insumo das indústrias produtoras de aves e suínos, agora estão em queda livre, com avanço da colheita da segunda safra.

(Por Roberto Samora)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos