Atiradores fazem reféns em café em setor diplomático de Bangladesh

DACA (Reuters) - Homens armados atacaram um restaurante popular entre estrangeiros no setor diplomático da capital de Bangladesh, Daca, nesta sexta-feira, e fizeram cerca de 20 pessoas reféns, incluindo estrangeiros, em um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico.

O grupo militante islâmico disse que mais de 20 pessoas foram mortas, embora a polícia tenha confirmado até agora as mortes de dois policiais.

No mais recente episódio de violência no país sul asiático, a polícia afirmou que oito ou nove homens armados atacaram o restaurante Holey Artisan, situado no bairro abastado de Gulshan de Daca.

Os agressores, que se acredita carregarem fuzis e granadas, trocaram tiros esporádicos com a polícia do lado de fora, horas após o ataque ter começado, por volta de 21:00 no horário local.

Dois policiais morreram no ataque e pelo menos 15 pessoas ficaram feridas, segundo a polícia. Um agente na sala de controle do Batalhão de Ação Rápida em Daca disse que o tiroteio acabou e que os reféns saíram ilesos.

"Estamos discutindo formas de resgatar as pessoas, incluindo estrangeiros, que estão no interior do café", disse o policial Mohammad Habibur Rahman. "Nossa prioridade é resgatá-los de forma pacífica, sem a perda de vida."

Mais cedo, Benjir Ahmed, chefe da força especial da polícia de Bangladesh, declarou que a polícia estava se preparando para lançar uma operação para resgatar as pessoas mantidas em cativeiro. Ahmed disse que os agressores tinham atirado bombas contra a polícia.

Falando de sua casa na região, uma testemunha disse que conseguiu ouvir disparos e que a situação "parecia bastante ruim".

Uma série de ataques mortíferos, a maioria com o uso de facões ao invés de armas de fogo, vitimou blogueiros, ateus e minorias religiosas em Bangladesh nos últimos meses.

(Por Serajul Quadir)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos