Meirelles diz que Brasil voltará a crescer em 2017, mas evita dar números

SÃO PAULO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta sexta-feira que o Brasil certamente voltará a crescer em 2017 a não ser que haja uma reversão política, mas evitou citar números.

Em entrevista à Rádio Estadão, Meirelles destacou que já há de concreto uma retomada da confiança e previu uma retomada gradual do crescimento. "Podemos dizer com certeza que haverá crescimento no ano que vem", disse ele.

O ministro não quis dar nenhuma projeção, afirmando que o ritmo de retomada da economia vai depender da aprovação no Congresso das medidas de austeridade.

Questionado sobre seu envolvimento com a JBS, que estaria envolvida, segundo a mídia, em nova etapa da operação Lava Jato nesta manhã, Meirelles afirmou que encerrou todas as suas ligações com o setor privado. Antes de assumir a pasta, ele vinha presidindo o Conselho de Administração da J&F Investimentos, holding que controla JBS, e participava do Conselho da Azul Linhas Aéreas.

A JBS negou que seja alvo da ação realizada pela PF nesta manhã.

(Por Camila Moreira)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos