Sarkozy deixará liderança de partido; busca candidatura à presidência da França

SÃO PAULO (Reuters) - O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy afirmou neste sábado que planeja renunciar à presidência do partido Les Republicains, confirmando as expectativas de que ele irá concorrer às primárias para a nomeação para a eleição presidencial.

Partidários de centro-direita votarão em novembro para decidir quem será seu candidato na eleição presidencial de 2017 para enfrentar a extrema-direita Frente Nacional, de Marine Le Pen, e um candidato socialista, que provavelmente será o presidente François Hollande.

"Este conselho nacional será o meu último como presidente do Les Republicains", disse ele durante reunião do partido.

Sarkozy não pode participar das primárias caso continue como presidente do partido. Ele precisa renunciar ao cargo duas semanas antes do prazo para a inscrição, em 9 de setembro.

Distante de seu rival Alain Juppé nas pesquisas, Sarkozy prepara seu retorno entre os partidários, mostrou uma pesquisa, um sinal de que a batalha pela nomeação no Les Republicains para a eleição presidencial é mais aberta do que muitos pensavam. 

(Reportagem de Sophie Louet)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos