Segurança da UE não pode ser afetada pela saída do Reino Unido, diz ministro alemão

BERLIM (Reuters) - A União Europeia deve se certificar durante negociações com a Grã-Bretanha de que a segurança do bloco não será afetada com a saída do Reino Unido, afirmou o ministro do Interior da Alemanha, Thomas de Maiziere, em uma entrevista à rádio Deutschlandfunk.

Os britânicos votaram por 52 contra 48 por cento, em 23 de junho, a favor da saída da União Europeia.

Perguntado em uma entrevista que irá ao ar no domingo se um comentário do ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schaeuble, de que "dentro é dentro e fora é fora" também se aplicaria à segurança interna do bloco, Maiziere disse que "em princípio, sim".

"Mas a troca de informações, que é um componente importante de nossas conversas, também se aplica à Grã-Bretanha."

Segundo ele, a Grã-Bretanha é, juntamente com a França, o parceiro mais importante da Alemanha no combate ao terrorismo.

(Reportagem de Michelle Martin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos