Chinês é condenado à morte por incendiar ônibus

PEQUIM (Reuters) - Uma corte no norte da China condenou neste domingo um homem à morte por ter ateado fogo a um ônibus em janeiro, quando 18 pessoas morreram, informou o governo. 

As chamas engoliram o ônibus em frente a uma loja de móveis na região de Ningxia, no norte da China, noticiou a imprensa chinesa anteriormente. Além dos mortos, 33 pessoas ficaram feridas.

A corte da capital regional Yinchuan condenou Ma Yongping à morte após decidir que ele é culpado de ter cometido “uma forma extremamente cruel de crime”, disse o governo de Yinchuan em seu microblog oficial.

Ma ateou fogo a duas sacolas plásticas cheias de gasolina dentro do ônibus, depois de ter se envolvido em uma disputa pessoal no trabalho, disse o governo, sem esclarecer a relação entre o ônibus e o desentendimento. Ma vai recorrer, acrescentou o comunicado.

(Por Eric Beech)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos