Médico muçulmano é atacado a tiros próximo de mesquita em Houston, nos EUA

(Reuters) - Um médico a caminho de uma mesquita em Houston foi vítima de uma emboscada por três homens mascarados que o atacaram a tiros neste domingo, deixando-o ferido, um dia após um muçulmano ser atacado do lado de fora de uma mesquita na Flórida.

A vítima do acidente em Houston, no Texas, Dr. Arslan Tajammul, é um oftalmologista de cerca de 30 anos, que passa por uma cirurgia e deve sobreviver, segundo o diretor-executivo do Conselho de Relações entre Americanos e Islâmicos em Houston, Mustafaa Carroll.

O médico havia estacionado o carro e caminhava para a mesquita de Madrasah para as primeiras orações do dia quando foi encurralado e levou dois tiros, por volta das 5:30 no horário local, disse Carroll. Os três responsáveis pelo ataque fugiram correndo.

"A polícia disse que foi uma tentativa de roubo, então estamos esperando para ver o que as investigações vão concluir", disse Carroll.

"É uma ocorrência realmente estranha porque a mesquita fica em um bairro pobre e eles estavam vestindo máscaras, o que pode significar qualquer coisa", disse Carroll.

A polícia de Houston não respondeu imediatamente a pedidos de informações.

(Por Barbara Goldberg)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos