Em carta ao Congresso, Temer exalta programas sociais e alfineta Dilma

(Reuters) - O presidente interino Michel Temer enviou nesta sexta-feira carta ao Congresso Nacional em que exalta os programas sociais, volta a afirmar que eles são uma prioridade de seu governo e alfineta a presidente afastada Dilma Rousseff, afirmando que a gestão da petista não cumpriu compromissos assumidos com essa área.

"O governo continua atuando ativamente para fortalecer os programas sociais. Repassamos mais de 200 milhões de reais para 2.650 prefeituras que atendem crianças beneficiárias do Bolsa Família em creches públicas e conveniadas. Estamos honrando os compromissos que não foram cumpridos no governo anterior e liberando a segunda parcela do que deveria ter sido pago em 2015", afirmou Temer.

Na carta, divulgada pelo Palácio do Planalto, Temer lembra que assinou um reajuste de 12,5 por cento para o benefício médio do Bolsa Família, notando que é um percentual superior aos 9 por cento anunciados pela gestão Dilma e que está acima da inflação.

"Parece pouco, mas é fundamental para aqueles que estão na pobreza. Enquanto houver extrema pobreza, é preciso ter programas como o Bolsa Família", escreveu Temer.

"O governo trabalha incessantemente para que as famílias tenham melhora na renda e deixem de depender do programa. Isso só será possível com crescimento econômico e geração de empregos. Nossa prioridade é gerar empregos, o que será possível com a retomada do crescimento e com o ajuste das contas públicas que estamos provendo."

(Por Eduardo Simões, em São Paulo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos