Quase 96 mil crianças desacompanhadas procuraram asilo na UE em 2015, diz agência

BRUXELAS (Reuters) - Cerca de 96 mil crianças refugiadas e imigrantes que viajaram para a Europa sozinhas em 2015 pediram asilo na União Europeia, quase quatro vezes mais do que no ano anterior, informou uma agência da UE nesta sexta-feira.

Mais da metade dos menores desacompanhados era afegã, seguidos por sírios e eritreus, disse o Escritório Europeu de Apoio ao Asilo (Easo, na sigla em inglês) em seu relatório anual para 2015.

Mais de 1 milhão de pessoas em fuga de guerras e conflitos no Oriente Médio, na África e na Ásia chegaram ao bloco no ano passado durante a maior crise imigratória do continente desde a Segunda Guerra Mundial.

Mais de 1,4 milhão de pessoas, sírias e afegãs em sua maioria, procuraram proteção internacional na UE em 2015, disse a Easo, um aumento de 110 por cento em comparação com 2014 e a maior cifra desde que a união começou a coletar dados em 2008.

Um de cada três postulantes a asilo apresentou seu pedido na Alemanha, segundo o relatório.

O número de sírios que se candidataram aumentou três vezes e chegou a 380 mil. Quase 200 mil afegãos fizeram o mesmo, mais de quatro vezes a quantidade de pedidos feitos em 2014.

         (Por Karolina Tagaris)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos