Rússia expulsa dois diplomatas dos Estados Unidos

Em Moscou

  • Marko Djurica/Reuters

A Rússia informou neste sábado que expulsou dois membros da embaixada dos Estados Unidos em junho, depois de uma atitude similar "não amigável" promovida por Washington.

Um dos diplomatas expulsos estava envolvido em um incidente com um policial russo perto da entrada da embaixada dos EUA em Moscou, afirmou o Ministério de Relações Exteriores da Rússia, em comunicado, citando o vice-ministro Sergei Ryabkov. O outro diplomata "também era um agente da CIA", afirmou Ryabkov.

As relações entre Rússia e os EUA esfriaram depois da anexação da península da Crimeia pela Rússia em 2014. A anexação do território antes sob controle da Ucrânia disparou sanções do ocidente contra a Rússia.

Ryabkov afirmou que os dois diplomatas foram declarados persona non grata.

"Esperamos que eles em Washington percebam todos os vícios da agressiva postura contrária à Rússia. Se eles decidirem tomar o caminho da escalada, eles não ficarão sem resposta", disse Ryabkov por meio do comunicado do ministério.

Os EUA expulsaram duas autoridades russas em 17 de junho, em resposta a um ataque promovido por um policial russo contra um diplomata norte-americano em Moscou no início daquele mês, afirmou o Departamento de Estado na sexta-feira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos