Obama afirma que ataque contra polícia prejudica a causa de movimento anti-racismo

MADRI (Reuters) - O presidente americano Barack Obama alertou que ataques contra policiais por viés racista prejudicariam o movimento anti-racismo Black Lives Matter, dias depois de um atirador matar cinco policiais em Dallas, em uma aparente vingança por oficiais da lei atirarem em pessoas negras.

Obama disse que, apesar de a maioria dos ativistas do movimento Black Lives Matter querer uma relação melhor entre as comunidades e oficiais da lei, violência e críticas exageradas contra a polícia prejudicam o protesto do movimento.

"Quero dizer a todos os que estão preocupados com um viés racista no sistema criminal de justiça que manter um tom sincero, sério e respeitoso ajudará a mobilizar a sociedade americana para realizar a verdadeira mudança", disse Obama.

"Quando um de nós que estamos preocupados com as falhas do sistema criminal de justiça atacam um policial, está fazendo um desserviço à causa", disse, em uma entrevista coletiva, em Madri, onde está para uma visita de um dia.

Micah Johnson, um veterano negro da guerra do Afeganistão, atirou contra oficiais de polícia na quinta-feira, durante um protesto, em Dallas, contra o assassinato de dois homens negros pela polícia em Louisiana e Minnesota no dia anterior.

Johnson queria "matar brancos, especialmente policiais brancos", disse o chefe da polícia de Dallas, David Brown, depois do ataque na noite de quinta-feira.

O grupo Black Lives Matter disse, na sexta-feira, que advoga pela dignidade, não pelo assassinato, em resposta ao tiroteio que também deixou sete outros policiais e dois civis feridos.

Obama disse que há críticas legítimas a serem feitas contra o sistema criminal de justiça e que os cidadãos deveriam continuar protestando contra ele.

"Eu espero que as organizações de polícia sejam respeitosas com as frustrações das pessoas nestas comunidades e não descartem esses protestos, como se fossem politicamente corretos, ou políticos ou ataques contra a polícia", disse. 

(Por Ayesha Rascoe)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos