Trump se reúne com governador de Indiana em meio a especulação sobre vice

Por Steve Holland

WASHINGTON (Reuters) - Donald Trump se reuniu com o governador do Estado norte-americano de Indiana, Mike Pence, nesta quarta-feira, alimentando a especulação de que Pence pode ser a escolha do provável candidato presidencial republicano como seu vice de chapa na eleição.

Trump foi ao café da manhã na residência do governador, em Indianápolis, acompanhado por sua filha, Ivanka, seu genro, Jared Kushner, e seus filhos, Donald Trump Jr. e Eric Trump.

O republicano e Pence fizeram campanha juntos em um comício na noite de terça-feira em Westfield, em Indiana.

Trump deve anunciar seu escolhido na sexta-feira. Republicanos a par da campanha disseram acreditar que o empresário de Nova York reduziu sua lista aos nomes de Pence, do ex-presidente da Câmara dos Deputados Newt Gingrich, e do governador de Nova Jersey, Chris Christie.

Pence, ex-congressista de 57 anos que no passado flertou com uma candidatura presidencial própria, talvez fosse a opção mais segura para Trump, dada sua popularidade entre os conservadores e sua experiência de governo.

Trump, magnata que só entrou na política um ano atrás, está procurando um político experiente para compor sua chapa, e Pence, Christie e Gingrich têm o gabarito necessário.

"Ao longo da história, as seleções de vice-presidente raramente fizeram muita diferença na eleição. Como Trump nunca exerceu um cargo público e as pessoas estão ansiosas para ver como ele montaria um governo, essa escolha pode atrair mais atenção do que o normal", disse o estrategista republicano Charlie Black.

Trump realizou eventos com Pence, Christie e Gingrich nos últimos dias enquanto se prepara para o que pode ser a decisão mais relevante de sua campanha antes da votação de 8 de novembro.

Pence apresentou Trump em um comício em Westfield na noite de terça-feira e, durante seu discurso, o ex-apresentador de reality show brincou com a possibilidade de escolhê-lo.

"Não sei se ele será seu governador ou seu vice-presidente", disse Trump. "Quem diabo sabe?".

Trump deve ser indicado oficialmente na Convenção Nacional Republicana da semana que vem em Cleveland. Tradicionalmente, a escolha do vice é usada para despertar entusiasmo entre os fiéis do partido.

Trump tem uma relação menos pessoal com Pence do que com Gingrich e Christie, que têm sido conselheiros vitais do candidato nos bastidores e que devem ocupar cargos de alto escalão em um eventual governo Trump se este bater o martelo no nome de Pence.

 (Reportagem adicional de Mohammad Zargham em Washington)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos