Canadá, pressionado por possível ação do Brasil na OMC, diz que segue regras

OTTAWA (Reuters) - A ministra do Comércio do Canadá, Chrystia Freeland, pressionada pela possibilidade do Brasil questionar o financiamento estatal canadense à fabricante de aviões Bombardier, disse nesta sexta-feira que o Canadá cumpre suas obrigações internacionais de comércio.

O Brasil disse na quinta-feira que poderia entrar com ação contra o Canadá na Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre o financiamento de 1 bilhão de dólares dado pelo governo daquele país à empresa de aviação Bombardier, concorrente direta da brasileira Embraer.

(Por David Ljunggren)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos