Rússia diz que eventos na Turquia ameaçam estabilidade regional e pede fim da violência

MOSCOU (Reuters) - O Ministro de Relações Exteriores da Rússia disse neste sábado que o tumulto na Turquia ameaçava a estabilidade da região e pediu que as autoridades turcas resolvam a situação sem violência e dentro do quadro constitucional do país.

A declaração foi dada neste sábado enquanto as forças leais ao governo turco ainda lutavam para combater as forças remanescentes do golpe militar, que fracassou após multidões responderem ao pedido do presidente Tayyip Erdogan de tomar as ruas e dezenas de rebeldes abandonarem seus tanques.

As relações entre o Kremlin e Erdogan continuam tensas por conta da crise síria e pela Turquia ter atirado contra um jet russo em novembro, apesar de um acordo no mês passado ter retomado a cooperação bilateral após um período de tensão.

"Em Moscou estamos gravemente preocupados com os eventos dentro da república turca", disse o Ministério de Relações Exteriores da Rússia em comunicado.

"A escalada da situação política (na Turquia) contra o cenário de ameaças terroristas neste país e de um conflito armado na região colocam riscos para a estabilidade internacional e regional."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos