Primeira ministra da Escócia diz não descartar permanecer na UE e no Reino Unido

LONDRES (Reuters) - A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, disse que não descarta a possibilidade da Escócia permanecer na União Europeia e também como parte do Reino Unido, após a votação pela saída do Reino Unido do bloco europeu ter sido aprovada principalmente por conta de eleitores na Inglaterra e no País de Gales.

"Eu não acho que isso deveria ser descartado neste momento", disse ela.

Eleitores na Escócia rejeitaram a independência em 2014, mas apoiaram em peso continuar sendo parte da UE em um referendo em 23 de junho. A premiê sinalizou que poderia haver uma segunda votação sobre sua saída da União Europeia. 

(Por Costas Pitas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos