EUA alertam Turquia sobre ir longe demais contra responsáveis por tentativa de golpe

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos advertiram a Turquia nesta segunda-feira sobre ir longe demais ao tentar levar à justiça os responsáveis pela tentativa de golpe de sexta-feira, e disseram que Ancara não pediu formalmente a extradição de um clérigo que está nos EUA e é apontado como culpado de tentar o golpe.

O porta-voz do Departamento de Estado Mark Toner afirmou que os Estados Unidos não fizeram qualquer avaliação sobre se o clérigo islâmico Fethullah Gulen teve algum papel na tentativa de golpe. Ele disse que, pelo que o Departamento de Estado sabe, Gulen está vivendo pacificamente na Pensilvânia.

Ancara acusou Gulen de planejar o golpe. Gulen, que tem uma grande quantidade de seguidores na Turquia, negou qualquer envolvimento.

Toner disse que os Estados Unidos acolheriam um pedido formal da Turquia de extradição de Gulen junto com alguma prova de seu envolvimento.

(Reportagem de Lesley Wroughton)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos