Parlamento da Turquia decidirá sobre pena de morte, diz presidente turco à CNN

ISTAMBUL (Reuters) - O presidente turco, Tayyip Erdogan, afirmou nesta segunda-feira que cabe ao Parlamento do país decidir se restabelece a pena de morte, mas se assim for definido ele tornaria lei essa medida, informou a rede de TV CNN.

A Turquia suspendeu a pena capital em 2004 como parte de iniciativas para poder entrar na União Europeia, mas os apelos para que seja restabelecida aumentaram depois de uma tentativa fracassada de golpe militar na sexta-feira, que deixou um saldo de mais de 200 mortos.

"Caberá ao Parlamento tomar uma decisão... Como presidente aprovarei qualquer decisão que sair do Parlamento", disse Erdogan em entrevista à rede CNN, segundo versão traduzida pela TV da declaração do presidente.

(Texto de Gareth Jones)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos