Brasil inicia investigação sobre suposto dumping de aço plano por Rússia e China

SÃO PAULO (Reuters) - A Secretaria de Comércio Exterior vai iniciar investigação sobre suposta existência de dumping em exportações de aço plano laminado a quente da China e Rússia para o país, segundo circular publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União.

O processo foi aberto após queixas enviadas em abril deste ano pelas empresas ArcelorMittal Brasil, CSN e Gerdau, que reclamam que as exportações de chapas e bobinas a quente por Rússia e China ao país estão prejudicando a indústria siderúrgica local.

Segundo a Secex, a análise da investigação envolve exportações da Rússia e China ao Brasil entre 2013 e o final de 2015.

Laminados planos a quente de aço costumam ser utilizados em uma série de aplicações na indústria, desde autopeças e máquinas e equipamentos a vagões ferroviários e oleodutos.

A circular não identifica as empresas exportadoras do produto alvo da investigação, tampouco os importadores do material que podem ser afetados por medidas como imposição de sobretaxas.

Para mais detalhes, consulte: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=20/07/2016&jornal=1&pagina=30&totalArquivos=56

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos