Trump praticamente empata com Hillary após convenção republicana, mostra pesquisa

Por Chris Kahn

NOVA YORK (Reuters) - O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, está quase empatado nas intenções de voto com a rival democrata, Hillary Clinton, pela primeira vez desde maio, segundo pesquisa Reuters/Ipsos realizada durante a Convenção Nacional Republicana de Cleveland nesta semana.

Conduzida entre 18 e 22 de julho, a pesquisa nacional online apontou apoio de 41 por cento dos prováveis votantes para Hillary, enquanto 38 por cento apoiamos Trump. Como a margem de erro da pesquisa é de 4 pontos percentuais, Trump e Hillary devem ser considerados como praticamente empatados na corrida.

Pouco antes de os republicanos abrirem a convenção na segunda-feira, Trump estava quase 10 pontos percentuais atrás de Hillary na pesquisa.

O empresário de Nova York e agora político aceitou formalmente a nomeação republicana para as eleições presidenciais de 8 de novembro durante a convenção, na qual o partido em alguns momentos teve dificuldades para se mostrar unido.

A semana começou com uma briga entre líderes da convenção e delegados que queriam mudar as regras do partido para impedir a nomeação de Trump. Depois, o senador Te Cruz, do Texas, que deixou em maio a corrida pela nomeação, se recusou a endossar Trump em discurso.

Apesar de tudo, na noite final do evento, os republicanos aplaudiram Trump de pé, quando ele prometeu retomar o país que, segundo ele, está marcado por crime, terrorismo e liderança ineficaz.

As convenções servem em parte para apresentar o candidato ao país, e os escolhidos tendem a conquistar pontos nas pesquisas de opinião após os eventos. Em 2012, o então escolhido republicano, Mito Romena, subiu cerca de 5 pontos percentuais no levantamento Reuters/Ipsos depois da convenção partidária.

Hillary, que deve ser formalmente nomeada pelo seu partido na convenção da Filadélfia na semana que vem, tem liderado as pesquisas na maior parte do ano.

A última vez que Trump chegou a uma situação de praticamente empate com Hillary foi em meados de maio, quando os seus dois últimos rivais para a nomeação republicana desistiram da disputa, e líderes partidários começaram a aplicá-lo.

A pesquisa Reuters/Ipsos foi realizada em todos os 50 estados com 1.036 prováveis votantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos