Partidos de base e oposição na Turquia marcham lado a lado após golpe fracassado

Por Gareth Jones

ISTAMBUL (Reuters) - Dezenas de milhares de partidários do governo turco e os principais partidos de oposição, geralmente inimigos mordazes, marcharam lado a lado neste domingo em apoio à democracia após um golpe militar fracassado enquanto o presidente Tayyip Erdogan fortalece seu controle sobre o país.

Manifestantes organizaram uma passeata transpartidária "República e Democracia" na praça central de Istambul em espírito de união após a tentativa malsucedida, na qual pelo menos 246 pessoas foram mortas e mais de 2 mil feridas.

Em uma manobra rara, canais pró-governo transmitiram um discurso do pódio do principal líder da oposição, Kemal Killicdaroglu.

"Este é um dia para se unir, um dia para enfrentar golpes e regimes ditatoriais, um dia para deixar a voz do povo ser ouvida", disse ele no evento, organizado pelo seu partido de oposição secularista CHP mas também apoiado pelo partido de bases islamitas AK e por outros grupos da oposução.

"Estamos todos juntos em Taksim hoje. Hoje é um dia em que fizemos história juntos".

Erdogan provavelmente tentará capitalizar sobre o tamanho dqa multidão de todas as orientações políticas para tentar recuperar o controle total sobre o país, um aliado da Otan e importante parceiro na luta contra o Estado Islâmico liderada pelos Estados Unidos.

Em outra demonstração de unidade após o golpe, que foi organizado por uma facção dentro das forças armadas, o chefe da força aérea da Turquia divulgou um raro comunicado ressaltando "obediência absoluta" ao chefe da alta cúpula militar. Alguns membros da força aérea estavam envolvidos no golpe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos