Carro-bomba mata ao menos 14 ao norte de Bagdá, diz polícia

BAGDÁ (Reuters) - Um carro-bomba dirigido por um suicida matou ao menos 14 pessoas, incluindo mulheres e crianças que estavam dentro de um micro-ônibus, em um posto de verificação nos arredores de uma cidade do centro do Iraque nesta segunda-feira de manhã, disseram fontes da polícia e de um hospital.

Um policial no local do ataque disse que a maioria das vítimas morreu dentro de seus veículos enquanto esperava para entrar em Khalis, cerca de 80 quilômetros a norte de Bagdá.

"Ainda temos corpos carbonizados dentro de muitos veículos, incluindo em um micro-ônibus lotado com mulheres e crianças", disse o capitão da polícia, que pediu anonimato.

Não houve reivindicação de responsabilidade de imediato, mas militantes do Estado Islâmico têm aumentado os ataques no Iraque apesar de estarem sofrendo derrotas em frentes de batalha no norte e no oeste do país.

Fontes de um hospital disseram que o número de mortos deve subir devido ao estado grave de alguns dos feridos.

O primeiro-ministro do Iraque, Haider al-Abadi, tem sofrido pressão para melhorar a segurança desde que um ataque reivindicado pelo Estado Islâmico deixou 292 mortos em Bagdá, em um dos piores ataques desse tipo desde a invasão liderada pelos Estados Unidos em 2003.

(Reportagem de Ahmed Rasheed)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos