Equipe australiana elogia "progressos" da Vila Olímpica e planeja mudança na 4a-feira

Por Daniel Flynn

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A delegação olímpica da Austrália no Rio de Janeiro disse nesta segunda-feira que os organizadores dos Jogos fizeram um progresso "fantástico" em resposta às preocupações sobre as instalações inacabadas da Vila Olímpica e que a equipe espera se transferir para o local na quarta-feira.

A pouco menos de duas semanas do início dos Jogos em 5 de agosto, a delegação australiana afirmou no domingo que não se mudaria para a Vila Olímpica por causa de problemas no encanamento e na fiação elétrica, que tornavam os quartos inabitáveis.

As reclamações da Austrália, que decidiu colocar integrantes da sua delegação em hotéis próximos, retomaram a preocupação sobre a capacidade do Brasil de sediar um grande evento esportivo em meio à sua pior recessão em décadas e uma profunda crise política.

    No entanto, a chefe da equipe olímpica australiana, Kitty Chiller, agradeceu aos organizadores nesta segunda-feira por responder prontamente às suas preocupações, disponibilizando centenas de pessoas de manutenção e de limpeza.

    "Houve progressos fantásticos feitos hoje", disse Chiller em entrevista coletiva no centro de mídia dos Jogos Olímpicos. "Está parecendo, de acordo com nosso plano, que poderemos transferir todo mundo na quarta-feira."

    A vila recém-construída vai acolher mais de 18.000 atletas, dirigentes, funcionários e voluntários nos Jogos Olímpicos (5 a 21 de agosto) e Paralímpicos (7 a 18 de setembro).

Chiller afirmou que sua equipe identificou cerca de 200 problemas com o alojamento no fim de semana - incluindo água escorrendo pelas paredes, pisos sujos e um forte cheiro de gás - mas a lista agora diminuiu para poucos ítens.

    A Austrália, que terminou em oitavo no quadro de medalhas em Londres há quatro anos, vai trazer 410 atletas para os Jogos.

    A australiana Shelley Watts, que compete na categoria 60kg do boxe feminino, disse ter ficado impressionada com o alojamento oficial quando chegou nesta segunda-feira.

    "Parece absolutamente incrível. Eu não tive que me preocupar com qualquer vazamento de água ou nada. Andando por lá eu simplesmente não conseguia tirar o sorriso do meu rosto", declarou ela.

A prefeitura do Rio de Janeiro e o comitê organizador dos Jogos de 2016 prometeram concluir até o fim de semana todas as obras de reparo necessárias na Vila dos Atletas, depois que a delegação da Austrália se recusou a ingressar no local. [nL1N1AB1J5]

Chiller disse que um grupo de cerca de 10 comitês olímpicos nacionais, incluindo Grã-Bretanha, Nova Zelândia, Japão e Alemanha, trabalhou junto para alertar os organizadores locais e o Comitê Olímpico Internacional (COI) sobre os problemas na vila.

As delegações de Nova Zelândia e Itália disseram que tiveram que resolver problemas com energia elétrica e encanamento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos