Rio garante que problemas em prédios da Vila Olímpica serão resolvidos esta semana

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Prefeitura do Rio de Janeiro e o comitê organizador dos Jogos de 2016 prometeram concluir até o fim de semana todas as obras de reparo necessárias na Vila dos Atletas, depois que a delegação da Austrália se recusou a ingressar no local devido a problemas no alojamento, impondo aos organizadores uma grande dor de cabeça a menos de duas semanas da cerimônia de abertura.

Um mutirão de 630 operários foi enviado ao conjunto de 31 prédios na zona oeste da cidade para realizar os serviços de manutenção necessários, que só foram diagnosticados após a instalação das conexões de água e luz há menos de um mês, apesar de a obra ter sido entregue no final de maio.

Até o momento, 12 edifícios foram totalmente testados e aprovados, segundo o comitê Rio 2016, o que significa que em outros 19 ainda há trabalho a ser feito.

“Estamos trabalhando 24 horas por dia para resolver os problemas. A gente deve terminar a entrega impecável dessa Vila antes do fim de semana, provavelmente na quinta-feira”, disse a repórteres o diretor-executivo de Comunicação do comitê Rio 2016, Mario Andrada, após participar de uma feira de negócios e esportes na região portuária da cidade.

“Não há nenhum constrangimento além da decepção de não estar podendo receber os atletas da melhor forma, mas o projeto da vila é tão grandioso, 3.600 apartamentos, que no final a gente acha que isso faz parte do jogo”, acrescentou.

Os problemas na Vila dos Atletas, que abrigará 11 mil competidores, técnicos e dirigentes durante os Jogos de 5 a 21 de agosto, foram revelados no domingo, dia de abertura do local para as delegações esportivas. A chefe de missão da Austrália, Kitty Chiller, anunciou que sua equipe não ingressaria nos apartamentos destinados aos australianos por considerar que não estavam prontos e não eram seguros.

Chiller citou problemas incluindo "banheiros entupidos, vazamento em canos e fios expostos", além de escadas sem iluminação, sujeira no piso e "um cheiro forte de gás". Como consequência, os atletas australianos foram levados para hotéis da região.

Também afetada por problemas nos apartamentos, a Argentina adotou o mesmo procedimento para seus integrantes, enquanto várias outras delegações decidiram contratar equipes de manutenção por conta própria para resolver os problemas da vila.

Nesta segunda-feira, Chiller disse, no entanto, que os organizadores dos Jogos fizeram um progresso "fantástico" em resposta às preocupações sobre as instalações inacabadas da Vila Olímpica e que a equipe espera se transferir para o local na quarta-feira.

Segundo o Rio 2016, não houve nenhum problema de gás na vila, e o cheiro nos apartamentos faz parte de testes de instalação realizados no local.

AUSTRÁLIA TINHA RAZÃO, DIZ PAES

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, reconheceu que os australianos tiveram razão ao se recusar a ficar na Vila dos Atletas devido aos problemas estruturais, e minimizou a polêmica criada por ele ao afirmar que colocaria cangurus para os australianos se sentirem em casa. Em resposta, um representante do Comitê Olímpico da Austrália disse que a vila precisava de encanadores, não de cangurus.

"A minha declaração foi no sentido de que a delegação da Austrália tinha de fato enfrentado problemas, que era compreensível, e que a gente tinha que ajustar isso, e quis dizer que a gente queria dar um ambiente australiano", disse Paes, que também participou da conferência de negócios e esportes no Museu do Amanhã.

Paes disse que visitou o edifício destinado aos australianos na sexta-feira com representantes da delegação do país para acompanhar de perto a situação, que era a pior dentro da vila. Desde então a prefeitura tem se esforçado junto ao comitê Rio 2016, que é o responsável pelo local, para resolver a situação, afirmou.

“Tenho certeza que o comitê organizador vai cumprir com seu papel, a prefeitura esta ajudando. A situação hoje é bem melhor. Tem um trabalho técnico competente que vai resolver essa situação”, afirmou.

Segundo o comitê organizador Rio 2016, cerca de 700 atletas já estão instalados na Vila Olímpica e os que chegaram a partir do fim de semana não vão sequer reparar que houve problemas no local.

“Seria ideal que a Vila do Brasil estivesse mais pronta do que ela estava, mas hoje ela está bem melhor do que estava ontem, amanhã estará quase pronta e na quinta-feira está pronta”, afirmou Andrada.

(Com reportagem adicional de Daniel Flynn)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos