Paciente mata médico a tiros e comete suicídio em Berlim

BERLIM (Reuters) - Um paciente matou um médico a tiros em uma clínica universitária de Berlim na manhã desta terça-feira e depois cometeu suicídio, informou a polícia alemã, acrescentando que não há "nenhum sinal" de ligações com terrorismo.

A polícia acrescentou que a situação no campus Benjamin Franklin do hospital universitário Charite está "sob controle" e investigadores estão no local para determinar detalhes do crime.

(Reportagem de Michelle Martin, Andrea Shalal, Hans-Edzard Busemann e Thorsten Severin)

Receba notícias do UOL. É grátis!

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos